Sobre Êxodo 32, Mateus 23 e a nossa vilania


“— Ai de vocês, escribas e fariseus, hipócritas, porque vocês edificam os sepulcros dos profetas, enfeitam os túmulos dos justos e dizem: “Se nós tivéssemos vivido nos dias de nossos pais, não teríamos sido seus cúmplices, quando mataram os profetas.” (Mateus 23:29‭-‬30 NA17) Encontrei esse verso na Bíblia hoje, um dia depois de ter lido Êxodo 32, que conta sobre o bezerro de ouro. Moisés … Continuar lendo Sobre Êxodo 32, Mateus 23 e a nossa vilania

Sobre a perseguição religiosa que sofremos (e praticamos)


CRISTÃOS PRESOS EM CONTAINERS HÁ 11 ANOS. Mulheres sequestradas e obrigadas a largar a sua fé. Igrejas atacadas, crentes mortos. Esta é a realidade de milhares de cristãos ao redor do mundo enquanto você lê este texto. A Missão Portas Abertas divulga anualmente a “Lista Mundial da Perseguição”: o ranking que lista as 50 mais perigosas nações do mundo para ser cristão. Em sua maioria, … Continuar lendo Sobre a perseguição religiosa que sofremos (e praticamos)

Sobre “cura gay”, ameaça gay… E sabonetes antibacterias


Cara, imagina que você é o marketeiro de uma fábrica de sabonetes. Não estou falando de uma fábrica fundo de quintal, não. Estou falando de uma multinacional do setor. E você precisa aumentar as vendas do produto do seu cliente. Criar um comercial explicativo ౼ e chato ౼ sobre a importância de lavar as mãos certamente não funcionaria. Mas, e se você adicionasse uma substância … Continuar lendo Sobre “cura gay”, ameaça gay… E sabonetes antibacterias

Qual é a igreja certa?


    Eu não entrei para a onda do ecumenismo, que tenta transformar Jesus em algo tão bonzinho a ponto de negar Sua própria verdade para parecer politicamente correto diante do público. Definitivamente, não é este o Jesus retratado pelos evangelhos. O que vemos é um Jesus que confronta, desafia, argumenta e incomoda. A Verdade que incomoda. Mas tão nocivo quanto o ecumenismo que tenta … Continuar lendo Qual é a igreja certa?

Resposta à uma leitora que me perguntou sobre movimentos de oração que varam a noite e seus “profetas”


Poderia responder de maneira bem simples isso: o que é de Deus não traz confusão. Na Bíblia, não temos nenhum histórico de alguém que recebeu uma mensagem de Deus e ficou confuso. Normalmente é o contrário: a pessoa esta confusa, e então recebe um sinal esclarecedor de Deus. Então tudo o que vem com “rótulo” de profecia, mas gera mais confusão que solução, devemos tomar … Continuar lendo Resposta à uma leitora que me perguntou sobre movimentos de oração que varam a noite e seus “profetas”

Evangelho com “$”


Esse cristianismo onde você precisa pagar 150 reais para entrar na sua própria igreja para ouvir a palestra “casamenteira” do pastor da moda, ou o show do artista gospel do mainstream; esse evangelho que exige que você compre a “Bíblia de Estudos dos Paranauê Teológico” que custa 199,90; essa vida cristã que exige que você vá a Israel para ter uma experiência  espiritual autêntica; esse … Continuar lendo Evangelho com “$”

No ônibus


Caso 1: Tarde da noite, o ônibus que nos leva do trabalho de volta pra casa finalmente passou. E como sempre, lotou, mas consegui sentar, pelo menos. Ao meu lado, um haitiano. Não conversamos nada, fiquei o tempo todo no celular. Enfim, este não é o foco do texto. O que importa é que quando o ônibus chegou num determinado ponto, o rapaz haitiano desceu. … Continuar lendo No ônibus

Sobre tatuar os pecados das pessoas na testa


Tenho certeza de que a maioria das pessoas que se condoeram com a situação do rapaz não apóiam a bandidagem, e não acham bandido bom (e não vão leva-los pra casa). Essas pessoas apenas estão criticando a resposta exagerada do rapaz tatuador. Da mesma maneira, estou certo de que aqueles que defendem, em sua maioria, não são pessoas sem coração, e sim gente cansada desse … Continuar lendo Sobre tatuar os pecados das pessoas na testa

Créditos no céu


VOCÊ ESTÁ PROVADO, E ACREDITA QUE DEUS ESTÁ CONTIGO porque “você tem creditos”: você congrega com frequência, ora todos os dias, lê a bíblia; é fiel, santo, justo, não peca (e se vôce realmente acha que não peca, então não entendeu ainda o que significa pecado*). Então o tempo passa, e Deus permite que você passe por outra prova, mas dessa vez com as vestes … Continuar lendo Créditos no céu

Em 7 minutos, este pastor deu a melhor explicação sobre dízimos que você ouvirá em tempos


Este homem é uma prova de que para Deus tudo tem jeito: Zé Bruno foi um dos principais “bispos” de uma das principais igrejas neo-pentecostais do país. Hoje, longe das pregações que “trocam pagamentos de carnês por bençãos”, ele dá a mais lúcida explicação sobre dizimo que você provavelmente já ouviu: “Deus não é o leão do imposto de renda que quer olhar os 27,5%, … Continuar lendo Em 7 minutos, este pastor deu a melhor explicação sobre dízimos que você ouvirá em tempos

Pregando na língua que eles entendem


 

“NAS CARTAS DELES HÁ ALGUMAS COISAS DIFÍCEIS DE ENTENDER”. Foi isso que o apóstolo Pedro escreveu sobre as cartas do seu colega Paulo em uma de suas epístolas (2 Pedro 3:16). Não sabemos ao certo sobre o que Pedro se referia, exatamente, mas outros trechos bíblicos, como Atos 10 e Galatas 2 – nos dá a entender que Pedro tinha, ou teve por algum tempo, certas dificuldades em entender que a salvação por Jesus não era apenas para judeus, mas para todas as nações da terra, assim como Deus já havia dito à Abraão. Enfim, é apenas uma suposição. Jamais saberemos a que Pedro se referia com essas palavras.

Mas essa passagem é interessante, pois mostra que até mesmo os apóstolos muito usados por Deus tinham dificuldades em entender certos pontos da Palavra revelada por Deus, assim como qualquer um de nós.

Outro ponto interessante também é imaginar sobre como Deus distribui dons em diversidade. Pedro, com suas dificuldades na fé, não foi o encarregado de cruzar fronteiras para pregar aos gentios. Essa missão – e esse dom – foi dada a Paulo, que apesar de ter sido um forte opositor à Graça, após sua conversão, rodou a Ásia e a Europa pregando Jesus Cristo para não-judeus.

Continuar lendo “Pregando na língua que eles entendem”

De que adianta protestar, se continuamos adorando os nossos ‘deuses’ da corrupção?


ESSES ‪#‎PROTESTOS‬ ME FAZEM LEMBRAR da Israel descrita no capítulo 6 do livro de Samuel. Uma nação que estava cansada da corrupção de seus juízes, e que “saiu as ruas” para pedir à Samuel que fosse ordenado um rei. Tudo isso porque as outras nações também tinham um rei, e então essa seria a solução.

Não é de hoje que as pessoas colocam sobre as costas de um homem a esperança da salvação que elas tanto querem, ainda que seja essa a “salvação social”. Aqui no Brasil mesmo, há exatos 14 anos, Lula ganhava uma eleição como se fosse uma espécie de Messias encarregado de promover todas as mudanças que o Brasil precisava. Hoje, vimos bem onde isso (não) deu. Continuar lendo “De que adianta protestar, se continuamos adorando os nossos ‘deuses’ da corrupção?”

Aos Evangelicos, capitulo 7: Será que merecemos mais por “trabalharmos mais” que os outros na Obra de Deus?


“Jesus disse:

— O Reino do Céu é como o dono de uma plantação de uvas que saiu de manhã bem cedo para contratar trabalhadores para a sua plantação. Ele combinou com eles o salário de costume, isto é, uma moeda de prata por dia, e mandou que fossem trabalhar na sua plantação. Às nove horas, saiu outra vez, foi até a praça do mercado e viu ali alguns homens que não estavam fazendo nada.

Continuar lendo “Aos Evangelicos, capitulo 7: Será que merecemos mais por “trabalharmos mais” que os outros na Obra de Deus?”

Aos Evangélicos, capítulo 6: Bom testemunho


Sim. Uma coisa ótima pode se tornar algo terrível em nossas vidas.

Continuar lendo “Aos Evangélicos, capítulo 6: Bom testemunho”

Aos Evangélicos, capítulo 4: Os cultos estão frios


“OS CULTOS ESTÃO FRIOS”. “A frieza está tomando a irmandade”… Reclamações desse tipo: quem nunca ouviu? Mas a frieza que preocupa de verdade é a frieza da falta de amor, da falta de compaixão, da falta de perdão. Nosso irmão caindo e a gente apontando o dedo invés de estender a mão. Gente morrendo ao nosso lado, perdendo a salvação, e virando motivo da nossa … Continuar lendo Aos Evangélicos, capítulo 4: Os cultos estão frios

Aos Evangélicos, Capítulo 3: Sobre fé e doutrina


SE TEMOS A CONSCIÊNCIA DE QUE A FÉ EM CRISTO SALVA, SOMENTE; E QUE NÃO HÁ NADA EM NÓS QUE NOS FAÇA MERECER SALVAÇÃO, então porque insistimos em “nos sentar no trono” e julgar nosso irmão? Porque vivemos a apontar este como “mais digno de salvação”, e aquele como “mais digno do inferno”?

Por causa das roupas que ela veste? Por causa do modo dele de falar? Por causa de algum erro que você sabe que seu irmão comete? Continuar lendo “Aos Evangélicos, Capítulo 3: Sobre fé e doutrina”

Aos Evangélicos, Capítulo 2: Meritocracia e fé


MERITOCRACIA E FÉ: Nós, evangélicos, de fato fazemos coisas boas pelas pessoas, pela sociedade. Alimentamos famintos, visitamos viúvas, levamos palavras de redenção aos presos. Alguns de nós vão à Africa, outros vão às favelas… Muitos de nós estão envolvidos em causas socias, seja com a “mão na massa” no front de batalha, seja na retaguarda, financiando essas ações com dinheiro e orações.

Isso é muito bom, de fato. É o cumprmento do mandamento de Jesus: “amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”. Disse o apóstolo João que “não podemos dizer que amamos a Deus se aborrecemos nosso irmão”, logo entendemos que não é possível dizer que servimos a Deus se deixamos o faminto morrer de fome e o sem teto morrer de frio. E poderíamos (e deveríamos) fazer ainda muito mais se houvesse 100% de engajamento no nosso meio, o que está longe de acontecer, infelizmente.

Mas há algo de errado nisso.

O quê? Continuar lendo “Aos Evangélicos, Capítulo 2: Meritocracia e fé”

Aos Evangélicos, Capítulo 1


NÓS, EVANGÉLICOS. Amamos nos colocar como melhores que os outros. Mas, pare para pensar: fazemos isso baseado no quê? Fazemos isso baseados em quem? Certamente não foi na parábola de Jesus sobre “o fariseu e o publicano” (Lucas 18), e nem na passagem onde Jesus responde seus discípulos sobre quem seria “o maior do reino dos céus” (Mateus 18).

Nos colocamos como melhores que os demais porque fazemos isso e deixamos de fazer aquilo. Por conta das nossas supostas boas obras, até mesmo vivemos em pé de guerra com as denominações co-irmãs, pois achamos que a nossa doutrina é mais perfeita do que a deles.

Mas, o que esquecemos é o que Paulo fala no livro de Romanos, capítulo 3, que “não foi encontrado um justo se quer, não foi encontrado um que não peque”.

Logo, de acordo com o nosso próprio livro sagrado, somos todos pecadores, apesar de uma ou outra boa obra, mas ainda assim acreditamos ser bons a ponto de sentar-se no trono e julgar seja o nosso vizinho, seja o rapaz da outra religião, como se fossemos perfeitos. Continuar lendo “Aos Evangélicos, Capítulo 1”