Embocadura #2: como tirar som no trompete, trombone, tuba e afins?

Trompete, trombone, tuba, trompa, bombardino. Aprendi nesses últimos dias – após adquirir meu trompete – que a embocadura em instrumentos de bocal é uma ciência a parte.

E na verdade, é mesmo. Diferente dos instrumentos de palheta (sax, clarinete, oboé, etc.) e de cordas, no caso dos bocais, o som é produzido pela própria boca, através da vibração dos lábois do músico sabia?

Assista o vídeo abaixo inteiro e entenda a técnica de embocadura para metais:

Como vocês perceberam, o segredo está na técnica do buzzing. Músicos experientes conseguem produzir som musical (notas) apenas com a vibração dos lábios. O instrumento funciona apenas como um amplificador do som produzido pela própria boca. Repare:

Aí está. Tenho aprendido que não é questão de força, mas de jeito. Ou melhor: de técnica. Há de se estudar, e ter paciência, que o resultado vem, ok?

Quem tiver dicas a respeito, exponha nos comentários. E quem tiver dúvidas, também exponha. Quem sabe algum leitor não tem uma dica para nós? 🙂

Todas as terças e sábados falaremos sobre Música aqui no blog, desde teoria musical até mesmo boas canções cristãs. Deixe suas sugestões de posts nos comentários!

Embocadura de outros instrumentos? Clique aqui.

Anúncios

2 comentários sobre “Embocadura #2: como tirar som no trompete, trombone, tuba e afins?

  1. De seis pra cá venho me frustrando muito não estou conseguindo tirar algumas notas que tirava até com uma certa facilidade; noto que meus lábios não vibram mais é como se eles tivessem perdido a seus vitalidade, tenho mantido minha rotina de estudos, notas longas escalas, flexibilidade entre outros estudos… mais não consigo ter o desempenho que tinha a bem pouco tempo…..me sinto frustrado….vou deixar meu watts qualquer coisa entre em contato comigo..8699900024

    Curtir

    1. Sou só um aprendiz no trompete, não tenho muitos conselhos para dar. Mas uma vez alguém me disse que é assim mesmo: “tem dias que você sopra com uma facilidade incrível e tem outros dias que você está irreconhecível”. Eu sinto isso também.
      O que eu posso dizer é que treine o máximo que puder e não desanime! Este é um processo demorado. Exige, sobretudo, paciência.
      É esta a filosofia que tenho tentado seguir.

      Abraços.

      Curtir

E você? O que pensa sobre o assunto? Comente abaixo e enriqueça a discussão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s