“TUDO CULPA DA EVA!” – disse a mãe à suas crianças pequenas, que carregavam cada uma um livro para colorir, cujo tema era histórias bíblicas. A mãe, depois de dar uma rápida explicação para as crianças, concluiu a história dessa maneira, afinal, segundo suas próprias palavras, foi Eva quem “comeu a maçã”.
Realmente, foi culpa da Eva mesmo. Não tem o que contestar. Foi ela que comeu o fruto proibido – que não era uma maçã, e nenhuma outra fruta que você possa encontrar na feira, pois a Bíblia diz que o Éden foi fechado (Gênesis 3), e por consequência, a arvore do conhecimento do bem e do mal e seus frutos ficaram inacessíveis.

Como “punição”, Eva – e todas as mulheres – tem as dores de parto, e segundo a palavra (Gênesis 3) elas devem submissão aos seus maridos.

Mas isso não dá liberdade para que homens tratem suas mulheres na base do autoritarismo, pois como Paulo disse em 1 Coríntios 11:11-12: “nem o homem é sem a mulher, nem a mulher sem o homem, no Senhor. Porque, como a mulher provém do homem, assim também o homem provém da mulher, mas tudo vem de Deus”.

Mas algo deve ser dito. Um detalhe lindo em toda essa história. Detalhe esse que não ouço frequentemente por aí, o que me leva a pensar que muita gente nem mesmo percebe o ato de delicadeza de Deus.

Vocês já repararam que da mesma maneira que o pecado entrou no mundo graças a transgressão de uma mulher, quis Deus que a Salvação viesse ao mundo justamente por meio de uma mulher?

Uma mulher, uma menina adolescente. Em épocas onde bastava virar “mocinha” para estar pronta para o casamento, certamente Maria não teve que terminar o Ensino Médio e a faculdade para casar-se com José. Eu imagino que ela era uma moça adolescente, com seus 15 ou 16 anos, como muitas que estão lendo esse texto agora. Imagina só uma mocinha nessa idade recebendo a maior missão que um ser humano já recebeu aqui nessa terra. E essa mocinha aceitou prontamente a missão, enfrentou a possível desconfiança do seu companheiro, os olhares tortos da sociedade, a fúria de Herodes… E honrou sua missão, criando aquele que era a Salvação de todos os homens.

Que gesto de compensação lindo da parte de Deus às mulheres, que carregam desde de sempre o peso da culpa do pecado de Eva.

Compensação. Justamente o que Jesus fez com Pedro: ele negou a Cristo três vezes, então Jesus perguntou por três vezes se Pedro o amava: uma pergunta para cada vez que Pedro negou a Jesus.

Como Deus é lindo! Como ele é gentil!

Tá vendo? Não importa o tamanho do nosso pecado, da nossa falha. Jesus é Redentor! Jesus é perdoador! Ele vem de maneira gentil nos oferecer o perdão. Assim como ele fez com Pedro, e com toda a humanidade através de Maria. Lindo! Glória a Deus!

Não tenha receio. Não importa suas falhas, ou o tempo que você está longe dEle. Chegue mais perto de Cristo, pois Ele vai chegar pertinho de você. (Tiago 4:8) Não interessa o que os outros falem sobre você, ou como eles te acusam. O Senhor está pronto para ser gentil com você.

Ah! E terminando o “causo” da mãe e dos seus dois filhinhos espertinhos demais para sua pouca idade – não deveriam ter mais do que 4 anos: depois de comentar sobre o cabelo loiro da Eva desenhada na capa do livro, a mãe soltou um “Por isso que ela comeu a maçã! Ela era uma loira burra!”. Aí um dos meninos olhou para os cabelos da mãe, sorrindo: “Mãe! Você está se xingando?!?”

Crianças são lindas demais, gente! E a mãe poderia ter ido dormir sem essa, não é? rsrsrs…

Anúncios