Este é o texto de número 200 aqui no Eita Mocidade

Não que números por si só signifiquem algo, mas é que quando a gente inicia algo, nunca imagina chegar tão longe.
Primeiro, quero agradecer a Deus por essa maravilhosa graça, pois não tenho qualquer merecimento ou preparação para estar a frente de algo assim. Nem mesmo meu português é dos melhores (na verdade melhorou bastante graças ao exercício da escrita, quase que diário #fikdik). Tudo o que escrevo aqui e no blog não é nada além daquilo que tento praticar: são os meus erros e aquilo que aprendo através da palavra, e penso que muitos jovens podem estar passando pelas mesmas situações. Na verdade, muitas das vezes vasculho o blog e encontro textos de anos atrás e começo a me perguntar se estou praticando na minha vida o conselho que dei naquele dia. E isso é muito bom, muitas vezes textos antigos que eu escrevi me fizeram refletir sobre atitudes que estava tomando nos dias de hoje.

Aliás, fica o conselho: siga o que está escrito no salmo 1: medite na palavra de Deus dia e noite. E se possível, registre isso. Escreva seus pensamentos, dúvidas, aquilo que você aprendeu com a palavra. Faça isso diariamente, ou semanalmente. Primeiro porque é uma forma de você fazer uma espécie de auto-reflexão, olhar para si mesmo e ver o que pode e precisa ser mudado. Segundo: no futuro você pode voltar a ler isso e inclusive ser alimentado – espiritualmente falando – por aquilo que você escreveu no passado. Quantas vezes isso já aconteceu comigo… Terceiro: se você se sentir a vontade, porque não divulgar isso? Hoje temos blogs, facebook, tumblr… Ferramentas de fácil uso. Já parou para pensar quantas pessoas podem estar passando pelo mesmo que você? E quantas pessoas podem aprender com aquilo que você aprendeu na Palavra? É como se você estivesse dando um testemunho, só que as palavras ficam eternamente registradas para qualquer um ter acesso a qualquer tempo.

“Mas eu não tenho nada a compartilhar. Sou tão fraquinho, nada sei…” – alguns que estão lendo dirão.

Ora, e eu lá sei alguma coisa? Sou mais fraquinho que qualquer um aqui. Mas uma coisa que posso dizer que comecei a fazer nos últimos anos – e o Eita Mocidade tem grande parte nisso – foi me achegar a Deus. Melhorar o meu relacionamento com Ele. Ler mais a Bíblia, quando congregado prestar mais atenção na Palavra, orar mais… Enfim, desejar mais aprender e aplicar as coisas de Deus na minha vida.

No “Sermão da Montanha”, Jesus disse que a porta se abriria para todo aquele que batesse nela (Mateus 7:7-8). Triste é o fato de as pessoas só levarem isso pelo “lado material”. Pois as coisas matérias, Jesus havia acabado de dizer naquele mesmo sermão que “seriam acrescentadas” se buscássemos Seu reino e justiça (Mateus 6:33), então eu creio que Jesus estava falando sobre a salvação da alma, sobre os dons e sabedoria dos céus quando Ele utilizou o exemplo da “porta”. NÓS TEMOS QUE BATER MAIS NESSA PORTA! Principalmente nós jovens, que estamos nos formando não só para uma profissão, mas para a vida. Nós temos que buscar essa sabedoria, temos que nos achegar mais a Deus. Não dá pra perder tempo nos “whats” da vida e deixar nossas bíblias mofando em um mundo como este. É perigoso demais! Temos que acordar! Olha para esta Terra, onde falta ar, água e comida e sobra violência, guerra e ganância. Estes já são os últimos dias! O tempo está passando! E nós, os jovens que vamos ter que enfrentar esse mundo que só piora, como estamos nos preparando?

É por isso que o Eita Mocidade está aqui, neste Facebook onde quase todos nós perdemos tanto tempo. É como a “voz que clama no deserto”: acordem! Os últimos dias não estão chegando, JÁ CHEGARAM!

Não há motivo para sustos. A longa madrugada já está acabando. O Sol da Justiça já está desbravando com todo o seu brilho e beleza, com todo o seu resplendor! Logo não estaremos mais aqui, mas sim na nossa terra que mana leite e mel, onde há paz, e não há dor nem choro, tampouco injustiças. Acordemos! Vamos nos animar! Vamos nos achegar mais a esse Deus! Ele é o NOSSO Deus, passaremos a eternidade ao lado dele! Vamos conhecer qual é a vontade dEle para nossas vidas, para esse nosso tempo! A seara é grande, mas não tem gente suficiente pra trabalhar nessa colheita! (Mateus 9:37-38)

Nós somos aquele povo o qual Jesus falou para Tomé! Nós somos os bem-aventurados que cremos mesmo sem ver! (João 20:29). Nós somos aquele povo pelo qual Jesus orou lindamente em João 17. Nós somos aqueles que Jesus enviou!

Quantos lugares ainda não receberam a pregação da Palavra da verdade, pura, sem o fermento dos “fariseus” deste mundo que pregam mais a riqueza da terra do que a dos Céus? Você e eu temos essa palavra bem guardada nos nossos corações! Agora, imagina quantos lugares, quantas favelas, quantos presídios, quantos hospitais, quantos sertões, quantos países, e até mesmo quantas pessoas na nossa família, vizinhança, entre nossos amigos ainda não receberam essa palavra? E nós temos ela aqui, e não abrimos nossas bocas… É como ter um barril de água gelada no deserto… e negar água aos sedentos.

Que possamos nos preocupar. Que possamos despertar. Que possamos buscar a Deus e receber seus dons. E que possamos arregaçar as mangas e trabalhar, pois a os campos já estão lindos de florido, mas falta gente para trabalhar na colheita… Muita gente!

E ai, você se habilita?

“Com a nova vida no Senhor Jesus,
mostrareis ao mundo que Ele é a luz;
Seja a vossa obra um louvor a Deus,
E a vida eterna vós tereis nos céus.”

(Hino 224: “Só Jesus concede paz e salvação”, Hinos de Louvores e Súplicas a Deus, Livro n° 5)

Anúncios

E você? O que pensa sobre o assunto? Comente abaixo e enriqueça a discussão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s