Você tem a OBRIGAÇÃO de zelar pelos testemunhados e pelos novos na Graça!

NÃO IMPORTA SE É A ZILÚ, SE É A TUA VIZINHA, OU SE É ALGUÉM QUE VOCÊ NEM CONHECE. Temos o DEVER  de zelar por aqueles que estão voltando a congregar, por aqueles que se batizaram a pouco tempo e por aqueles que estão entrando pela primeira vez na igreja no dia de hoje (testemunhados).

Se você é daqueles que já nasceu de pais cristãos, então você não sabe o que é entrar pela primeira vez na igreja. A luta começa antes, quando Jesus “bate à porta” (Apocalipse 3:20) e o desejo surge dentro de nós. O problema é que junto com o desejo surge também aquela falsa imagem de que “a igreja é o lugar onde todos são santos”, e logo a gente começa a pensar: “Não sou digno de entrar nessa igreja. Olha para as minhas roupas, olha para o meu jeito!”

E aquele que ficou muito tempo parado e sente a “porta batendo”, Jesus convidando pra voltar, pensa da mesma maneira: “Tenho vergonha de voltar lá depois de tanto tempo. O que vão dizer de mim?”

Não é fácil para uma pessoa vencer essas barreiras e conseguir colocar o pé na igreja. É como dizem: “Não são as nossas forças, mas é Jesus que nos leva para a Sua casa todos os dias”. E se essa pessoa conseguiu vencer tudo isso, é nosso dever como cristãos receber, acomodar essas pessoas. Fazê-las sentir parte da família. Temos que recebê-las com sorrisos e gentilezas, e sem qualquer tipo de preconceito. Pois esta primeira experiência pode pesar muito na decisão dela de voltar uma segunda vez ou não. O Senhor sabe quais Ele salvará, mas que não sejamos nós os empecilhos para a Obra de Deus. Muito pelo contrário, que façamos a mesma festa a qual Jesus disse que há no céu quando uma alma é resgatada.

E os recém-batizados? Na minha comum Congregação, sempre aprendo do meu cooperador que não cabe a nós apontá-los e querer impor regras, dizendo o que eles podem ou não fazer. Uma vez Jesus disse que o Espírito Santo nos guia em toda a verdade (João 16:13), então deixemos que o Espirito guie a cada um.

Eu lembro da primeira vez que pisei na Congregação. Eu tinha 13 anos. Lembro que fui super bem-recebido. Antes disso, já tinha visitado outras igrejas, onde também fui muito bem recebido, por sinal. Mas a Congregação do meu bairro foi a primeira igreja onde fiz amigos, e só um jovem tem ideia de como isso é importante nos primeiros anos de caminhada.

O que me despertou a escrever sobre isso é uma foto que está circulando no Facebook onde a Zilú, ex-mulher do cantor sertanejo Zeze Di Camargo, aparece em uma “selfie” tirada de dentro de uma Congregação, onde ela está com véu e tudo. Logo algumas pessoas criticam nas redes sociais pelo fato de ela ter tirado uma “selfie” de dentro de igreja. Ok, isso realmente não é a decisão mais acertada a ser tomada por nós, que temos anos de Graça. Mas será que realmente é motivo para crucificar alguém que está voltando a congregar? Eu não posso dizer nada sobre as intenções dela e nem de nenhuma outra pessoa, pois só Deus é capaz de sondar corações, mas posso lembrar que uma única palavra é capaz de “vivificar” ou “matar” alguém que está tentando entrar pela Porta, que é Jesus. Seja essa pessoa um “famoso”, ou a “Dona Maria” que mora na sua rua.

Infelizmente ainda há pessoas que reparam quando um testemunhado entra na igreja sem as roupas consideradas “adequadas”, ou tatuagens e coisas do tipo. Pois saiba que apenas uma atitude sua pode ser o suficiente para vivificar ou para matar aquela alma.

Tomara que as nossas atitudes estejam vivificando almas.

Comente: como foi a primeira vez que você pisou em uma igreja?

Anúncios

5 comentários sobre “Você tem a OBRIGAÇÃO de zelar pelos testemunhados e pelos novos na Graça!

  1. Esta certa tuas palavras…deveriam olhar a gente que entre na igreja com outros olhares…olhares de alegrias de explicações mostrar como fazer aonde sentar oque fazer …ja ir encinando a doltrina para nos que somos novos…eu procuro tudo na internet …tudo que tenho duvidas oque é um batismo…testemunhado não sabia…e outras coisas mas…mas prioridade os irmão da porta deveria ter um homem e uma mulher pra nos receber e ensinar oque fazer e não olharem nossas calças brinco cabelo unha tatuagem …estamos para aprender e isso tenho certeza wue o meu Deus tira esta vaidade de mim.

    Curtir

  2. Primeira vez que entrei, foi em 2016, com meu namorado que era testemunhado. Eu não acreditava em nada, mas nunca recusei algum convite de alguem para ir a alguma igreja. Então fui com ele. Era uma comum pequena, estava sem véu, e me sentei mas pro meio. Ouvi umas fofocas, mulherada comentando de mim, que quem vem assim tem que sentar la no fundo. Aí reparei que tinha outras mulheres tb sem véu, algumas até de calça e cabelo curto, mas todas sentadas nos ultimos bancos. Só uma pessoa testemunhou, e foi aqueles testemunhos que hj sei que não é permitido na CCB, cheio de detalhes, contando a vida inteira, e com algum toque de mentira, fazendo um testemunho mas pra se exibir mesmo. Então fiquei com essa péssima impressão. Passou os anos, sempre encontrava alguem na rua me convidando a ir na CCB, então venci meu medo e fui numa perto de casa, maior, mesmo assim fiquei la atrás, como não tinha lugar para sentar, então fiquei em pé, alguém me convidou para sentar num banco mais a frente que tinha lugar. Me sentei. Fui tão bem recebida com sorrisos por todas, na hora de ir embora, todas me cumprimentaram com beijo no rosto e “a paz de Deus”. Os testemunhos foram lindos. A Palavra me tocou. Hoje vou toda semana. Pretendo ser batizada, mas como sou amigada, ainda não posso.

    Curtir

    1. Um gesto de amor e gentileza muda tudo, né Flávia? Infelizmente nem todos em nossas igrejas entenderam o maior mandamento de Cristo, que não tem nada a ver com véus e bancos de trás. Mas graças a Deus que em nossas igrejas também tem muitos irmãos e irmãs que são como anjos de Deus, não é? Gloria a Deus! 🙂
      Que Deus te abençoe e que cumpra o desejo do seu coração! 🙂

      Curtir

  3. A Paz De Deus.sou testemunhado na graca a um ano e meio.minha espoza ja frequentava com nossas filhas e ficava me chamando.eu falava que pra fala com Deus nao precizava esta dentro de uma igreja.mais foi passando o tempo e o inimigo pertubando toda vez que elas me convidavao eu nao gostava.preferia fica bebendo.nao levava elas iao de a pe.mais veio acontecer uma tribulacao no meu casamento.onde eu vi que so eu falando com Deus sem busca sua palavra na igreja nao tava adiantando.ai foi onde comecei a ir na igreja com minha espoza e nossas duas filhas..e vi o quanto e bom e sentir a presenca de Deus.hoje me sinto feliz.tou indo nao perco.e Gloria.Deus.vao faz o teste e muito bom.c.c.b.congrego em itupeva.s.p

    Curtir

E você? O que pensa sobre o assunto? Comente abaixo e enriqueça a discussão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s