E se eu te desse motivos para não namorar?

Antes de mais nada, responda: Por que você começa um namoro?

Por estar carente? Porque faz tempo que você não beija ninguém? Porque todos estão namorando e você também precisa namorar? Porque você quer um compromisso sério?

Mas, você realmente quer um compromisso sério? Realmente tem ideia do que significa a palavra compromisso? Entende que um dia esse namoro vai evoluir e exigir um próximo passo? E a outra pessoa? Você tem certeza de que ela entende tudo isso?

E se não der certo? E se a outra pessoa não firmar um compromisso com você? E se ela brincar com os seus sentimentos? E se ela te afastar de Deus? Como será? Como você ficará?

Obviamente, muitas pessoas não buscam respostas para essas perguntas antes de iniciar um namoro. Até mesmo porque é muito difícil raciocinar tanto quanto se está sob o “efeito alucinógeno” da paixão. Sendo assim, quando entramos em um namoro sem a guia de Deus, corremos o risco de: 1) mergulharmos de cabeça sem ao menos saber se a represa é funda ou se há uma pedra logo ali; 2) fazer de conta que assumimos um compromisso quando na verdade só queremos suprir nossas carências e necessidades as custas da saúde emocional e até espiritual de outra pessoa.

É por isso que vemos ao nosso redor tanta gente “quebrada” por namoros. Pessoas que saem de uma relação traumática abalada emocionalmente e espiritualmente. Quantos vocês conhecem que abandonaram a Graça após um namoro desastroso? Eu poderia citar alguns casos de pessoas que eu conheço aqui. E tenho certeza de que você também.

Essa conversa me faz lembrar dos depoimentos dos nossos avós, e dos anciães nas reuniões da mocidade: “Nos meus tempos, o pai da moça nos dizia: ‘Crente não namora, se prepara para o casamento!”. Infelizmente os tempos mudaram, e hoje alguns crentes namoram, ficam, dão uns beijinhos e sabe-se-lá-mais-o-quê eles fazem.

Alguns, lógico. Não estou generalizando.

Eu sempre concordei que não precisaria iniciar um namoro se não estivesse disposto a assumir um casamento. Desde muito cedo, nunca concordei com o ‘ficar’ e com namoros levianos. Mas eu mesmo não tinha fundamentos para sustentar isso. Volta-e-meia eu estava envolvido em conflitos sobre a minha posição, quando não em “paixonites platônicas” que roubaram mais tempo da minha vida do que eu gostaria, e talvez tenham me feito tão mal quanto se eu estivesse me envolvido em namoros.

Mas, no ano passado eu encontrei um livro que muito me ajudou. Me ajudou a firmar meus conceitos e eliminar de vez as dúvidas que não me deixavam firmar o pé no chão firme da Graça.

"Eu Disse Adeus ao Namoro", de Joshua Harris
“Eu Disse Adeus ao Namoro”, de Joshua Harris

O livro “Eu Disse Adeus Ao Namoro”, de Joshua Harris, trás questionamentos sobre o namoro, como enxergamos ele hoje: Namoros inundados de sentimentos egoístas, onde o corpo e até mesmo o sexo vale mais do que o “conhecer a outra pessoa”. Namoros que se iniciam pela necessidade de suprir carências, ou pela necessidade de status diante dos amigos ou simplesmente incentivados pela cultura sexista que vivemos no mundo de hoje. Até onde os nossos namoros estão refletindo o amor de Cristo para o mundo? Será que os nossos namoros agradam a Deus?

Sim, talvez o seu namoro esteja suprindo a suas carências, e as carências do seu(a) parceiro(a), mas você já parou pra perguntar o que Deus acha do seu namoro?

Isso porque nem falei do “ficar”…

O livro comenta como esses namoros estão destruindo a vida de jovens, inclusive a vida espiritual. E tudo sob a luz da Palavra. O legal que ele (o escritor) comenta, comenta e sempre acaba voltando e definhando uma passagem bíblica para defender seu ponto de vista. É um livro de fácil entendimento, sem os “teologismos” que alguns livros carregam. É uma conversa simples, franca, expondo situações que você com certeza já viveu, ou conhece alguém que já tenha vivido.

 

TAMBÉM NÃO VAMOS “DEMONIZAR” O NAMORO

O título “E se eu te desse motivos para não namorar” foi apenas um chamariz para chamar a sua atenção para o tema. A ideia aqui não é condenar você que está namorando, e nem “demonizar” o namoro, mas sim te fazer repensar nossas ideias sobre namoro, pensando em um relacionamento responsável, que antes de mais nada agrade a Deus, e que tenha como objetivo um compromisso maior, ou seja, casamento.

Talvez você não concorde com tudo o que o livro diz. Mas tenho certeza que você também vai começar a repensar o conceito de “namoro” e excluir o conceito de “ficar” após ler este livro.

Tem uma parte na Bíblia que diz:

Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem.
1 Tessalonicenses 5:20-21

E eu acredito muito nisso. Com discernimento que Deus dá, é possível observar e absorver muitas coisas boas para a nossa vida (material e espiritual). A bíblia é, e sempre será o nosso Guia para namoro e para tudo na nossa vida. Não estou incentivando você a trocar a Bíblia por um livro. Aliás, só estou indicando ele porque gostei muito da forma como o escritor baseia suas propostas na Palavra. No final, esse é um livro que chama a nossa atenção para esse assunto e acaba nos fazendo abrir a Bíblia para conferir alguns conceitos mostrados pelo escritor.

Recomendo esse livro para todos vocês, e que vocês possam reter o que é bom.

Quem se interessar, baixe neste link: http://bit.ly/M59BSY (me avise nos comentários se o link não funcionar)

Ou compre na livraria de sua preferência. Segue o link do Buscapé: http://bit.ly/1gaql4B

Anúncios

10 comentários em “E se eu te desse motivos para não namorar?

  1. Ok! Deixe-me discordar um pouquinho….

    Não sei se eu senti um “pouco”(hehe a lot) de pessimismo no texto ou é pura inocência minha e falta de conhecimento prático….

    Por que iniciamos um namoro??? Não seria óbvio: porque a partir daquele momento que ambos moço e moça sentem-se atraídos, digo de coração, estão dispostos a se conhecerem bem (tornarem-se amigos, os mais próximos e puros possíveis) o que eu entendo por namoro, e claro com a confirmação do Senhor firmarem mútua intenção de casarem-se para em uma só carne, servirem ao Senhor!!!
    Não é isso?!

    Acho que uma irmanzinha séria reconhece um sério, e um irmaozinho serio uma irmanzinha séria?!

    Ou vc namoraria com alguem pq é bonito, pq tem dinheiro, ou um carro??????
    Ou pq ela tem “corpão” saia curta….
    Por favor, né?!

    Acho que o melhor é que ambos busquem nas Escrituras, o que é bom diante de Deus, do que Ele se agrada….

    É impossivel a coisa dar certa se começar tudo errado( ou só Deus p/ possibilitar)

    Importa se ele vende picolé??? É um servo de Deus, vcs se divertem, tem muito em comum, vcs sao amigos, em pureza e retidao, ahhhh mas ele vende picole??? 😦 n caso … Vc quer quer elecomo companheiro ou dinheiro?! Se for ele bem, se não, trabalhe!

    Não acho q isso precise chegar a esse ponto, temos um livro que nos ensina tudo que necessitamos!

    Qual o propósito de “ficar”?????? Satisfazer um desejo momentaneo da carne! Parece minimamente um ato cristão? Acho que não! Ahhhh mas foi repentino.., nem percebi ja estava beijado( ai eu n sei nunca tive essa experiencia huhushyahuahuw)

    Não sei se penso mto piegas,mas se vc diz eu quero namorar pense logo em casar, caso contrario qual o proposito do seu namoro dar uns beijinhos ou (sei-la-o-que, como diz o irmao rsrss) terminar e pronto????
    Hannn???

    E sério, eu pensei q pelo menos na igreja esse era o pensamento dominante ! #sqn aparentemente… Um autor nacional, nao me recordo quem no momento, vi em uma entrevista, ele disse ” para mim um homem deve beijar uma única mulher na vida”
    Até o cara q escrevia umas coisas mucho locas lá sabia disso!
    Enfim, a melhor maneira de se começar é orando e continuar até que a morte os separe!

    Perdoem os erros, digitei rápido e um pouco triste…. Não sabia desses dados assustadores: 95 por cento não buscam uma resposta, espero que não se trate das igrejas apenas huahuahta

    Deus abençoe, perdoe a discordancia talvez seja apenas falta de informação de como anda o mundo por aeeee!! ^^ much hugssssss!! PdD!

    Curtir

    1. Concordo com vc, Mia. E você não é piegas, você está certa: quem namora deve pensar em casar. Mas eu tenho visto muita gente “quebrando a cara” com relacionamentos por aqui, na minha região, pelo menos. Gente que tinha todas as condições de “namorar certo” e “casar certo” e ter uma vida abençoada. Gente cristã, que conhece a Palavra, mas na hora em que se apaixona, eu não sei o que acontece.. Tudo vai por água abaixo, a pessoa faz tudo errado.

      É triste, já presenciei algumas pessoas próximas “perderem a Graça” por causa de namoros levados de maneira errada.

      Agora, os “95%” foi uma força de expressão. Graças a Deus, muito mais que 5% dos jovens cristãos que conheço estão levando esse assunto a sério: só namoram quando pelo menos veem a chance de firmarem compromisso, namoram dentro da santidade proposta pela Palavra e os que casaram assim estão construindo famílias abençoadas. E é muito bom ver isso, fico feliz em ver a Palavra de Deus se cumprindo! 🙂

      Mas, os que me preocupam são os que não estão levando isso à sério. E infelizmente é um numero considerável de jovens. Um número que claramente não chega a 95%, mas ainda sim é muito maior do que deveria, uma vez que não nos falta conselho e orientação: os anciães nas Reuniões da Mocidade (que vivem lotadas) chegam a serem repetitivos em tratarem dos mesmo assuntos todos os meses.

      Mia, Deus abençoe pelo comentário! São eles que enriquecem a discussão, e todos nós aprendemos muito com eles. Fique na Paz de Deus! 🙂

      Curtir

      1. Poxa, sério?!! Esse negocio de quebrar a cara… Hm é complicado, te faz desacreditadar no amor de um relacionamento que funcione…

        “Gente que tinha todas as condições de “namorar certo” e “casar certo” e ter uma vida abençoada. Gente cristã, que conhece a Palavra, mas na hora em que se apaixona, eu não sei o que acontece.. ”
        Com isso vc quer dizer que um trai o outro, nao querem compromisso, ou namoram “de forma errada” ou coisas piores ??

        Perdoe, eu realmente não tenho muita não de como andam os relacionamentos cristãos rsrs
        Pq sei, a carne é fraca… Mas foi possivel por tanto tempo namoros com proposito , sem “se perder” pq agora não seria?!
        Acho que a oração dos dois, juntos rogando ap senhor por sabedoria, paciencia e confirmaçao é FUNDAMENTAL !
        Deus tem de estar no centro do relacionamento….. Mais uma vez, eu sei que falar é fácil, mas temos um Deus poderoso que sustenta seus servos em todas as situaçoes!

        Amém! Deus abençoe vc tbm! ^^ é realmente importante essa discussão, que os jovens pensem um pouquinho mais em vez de seguirem seus “instintos” arbitrariamente…. Rsrssrs

        Curtir

      2. Eu gostaria de saber uma coisa,se geralmente namoramos para casar o que acontece com alguém que não pretende casar na vida ? Essa pessoa terá de ficar a vida inteira sozinha ou ela ainda pode se relacionar com alguém

        Curtir

      3. Matheus,
        de acordo com a Palavra, nos relacionamos com alguém visando casamento. É óbvio que no meio do caminho, algo pode te fazer mudar de ideia, afinal, você ainda está conhecendo a outra pessoa. Mas não podemos iniciar um relacionamento com alguém uma vez que não pretendemos casamento. Não podemos iludir ninguém, isso não provem de Deus.

        Curtir

  2. Pois é, Mia!
    Infelizmente ainda tem aqueles se deixam levar pela cultura mundana que prega que relacionamento é apenas um passatempo, que não precisa ter compromisso e santidade. Mas a Palavra está aí para não nos deixar perder a esperança de que procurarmos agradar a Deus em tudo (inclusive nos nossos relacionamentos) , só temos a ganhar. E os bons exemplos estão aí para endossar tudo isso. 🙂

    Curtir

    1. Foi um livro que me ajudou bastante em uma época da minha vida, embora eu não concordasse com ele em 100%.

      Uma coisa é certa, precisamos colocar Deus em primeiro lugar na nossa vida, e quando jovens, sempre somos tentados a colocar vida sentimental, profissional em primeiro plano.

      Hoje sou casado e posso dizer que valeu a pena. Deus me abençoou muito.

      Que Deus te abençoe também.

      Curtir

E você? O que pensa sobre o assunto? Comente abaixo e enriqueça a discussão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s