– Você quer ficar são?

– Sim, Senhor. Mas o problema é que quando a água é agitada, ninguém me ajuda a chegar até lá, e sempre é outro que consegue a benção no meu lugar… – disse o homem, desapontado.

– Então, levanta! Tome a tua cama, e ande! – Ordenou Jesus.

E ele, com toda a fé, sem duvidar, fez o movimento de levantar-se… e levantou-se! Pegou a sua cama e andou. Incrível!

Todos ali ficaram maravilhados o milagre de Jesus.

Mas mal sabia aquele homem que agora a vida seria diferente…

A começar naquele mesmo sábado, onde ele teve que enfrentar todos os fariseus daquele lugar por estar carregando seu leito em pleno sábado…

Depois, aquele homem veio a reencontrar Jesus no templo, e ouviu a advertência:

– Agora que você está curado, não volte mais ao pecado, para que não te aconteça algo pior, hein! (João 5:14)

Ok, ele não voltou mais ao pecado. Mas ainda assim os problemas vieram… Só na segunda, lá pro meio-dia, quando ele ouviu o ronco da sua própria barriga é que ele se tocou que não era mais adoentado, e que ninguém mais iria dar de comer a ele de graça. Agora ele precisava de tomar um banho, fazer a barba, procurar a lan-house mais próxima e fazer uns currículos…

Levantar cedo todos os dias, lá pras 5 da matina. Se arrumar, correr para não perder o ônibus, enfrentar metrô lotado, chefe, responsabilidades, contas e mais contas…

Enfim, ele ficou toda a tarde de segunda imaginando como seria sua nova (e cansativa) rotina…

Bem, o que me contaram é que na terça, logo de manhã, viram aquele homem com sua cama nas mãos, voltando para a beira do tanque. Ele chegou lá, ajeitou o seu leito, deitou, e resolveu voltar a sua vida de paralítico. Dizem também que alguém, ao vê-lo de volta àquela situação perguntou, e ele, com um sorriso disse:

– É bem mais  fácil se fazer de coitado, não?

****

Mais uma historinha “baseada em fatos irreais”… ou nem tanto…

Se no último texto falamos de pessoas que insistem em não sair da prova porque a benção não é do jeitinho que ela quer, também há aquelas pessoas que não sai da prova porque… é mais fácil continuar nela.

É mais fácil se fazer de coitado, de feinho(a), de desprezado… Sempre haverá alguém pra passar a mão na sua cabeça, pra orar por você, pra te dar de tudo.

Agora, imagine só: Jesus passa na sua vida, cura tua paralisia, e te manda levantar e andar. Levantar é legal, mas o ruim é ter que andar… Com suas próprias pernas, sem ser carregado por ninguém. Ter que tomar decisões, correr o risco de errar e acertar, assumir responsabilidades…

Um cenário bem comum para a mocidade é quando alguns de nós (principalmente moços) simplesmente nos fazemos de “esquecidos por Deus”:

“- Senhor, não te esqueças de mim, prepare uma de suas filhas para ser minha esposa!”

Mas, quando a oportunidade aparece…

“- Mas Senhor, não tenho dinheiro, não tenho casa, não tenho carro, não estudei…”

Mas, na verdade, o que você quer dizer é:

“- Não tenho coragem de enfrentar os desafios…”

E assim, você faz igual ao homem do exemplo acima: prefere pegar sua cama e voltar para o lugar da paralisia…

Será que essa é a atitude certa a se tomar?

Será que vc está provado mesmo, ou vc já se acostumou com os “benefícios” da prova?

Será que Deus ainda não preparou, ou é vc que está com medo de assumir as responsabilidades?

Confesso, também sou homem, jovem, servo de Deus, solteiro, sem namorada, no terceiro ano da faculdade, sem casa própria, sem o melhor dos empregos… Também sinto isso. As vezes eu não sei o caso é que Jesus ainda não veio me mandar levantar e andar, ou se Ele já fez isso e eu preferi ficar aqui deitado na minha zona de conforto…

Talvez por isso, posso escrever sobre isso sem problemas…

Bem, vamos clamar a Deus para que Ele nos dê força de levantar… e andar… e assumir. (Não só na área de casamento, mas em todas as outras…)

Levanta, e anda!

Anúncios